Seguidores

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Topografia


Topografia
Conhecer o meio em que se vive é imprescindível, por motivos de sobrevivência, desde os primórdios da humanidade, se têm a representação do espaço, que se baseia na observação e descrição do meio. Porém com o tempo surgem técnicas e equipamentos de medição facilitadores nessa obtenção de informações para descrição, e a topografia foi uma das ferramentas utilizadas;
            O estudo da topografia, ao lado da Engenharia Civil, por exemplo, calculam as curvas de uma estrada sinuosa, com sofisticados cálculos de transição em espiral, apesar de necessariamente conter alguns cálculos indispensáveis, é necessária uma busca mais ampla do assunto para a formação de um arquiteto.
TOPOS = lugar e GRAFIA = descrição – Representação gráfica da superfície terrestre num plano horizontal (plano topográfico).
O objetivo principal é efetuar o levantamento (executar medições de ângulos, distâncias e desníveis) que permita representar uma porção da superfície terrestre em uma escala adequada.
Para serem realizadas as medições e analises do terreno, o primeiro profissional a chegar é o topografo, o arquiteto necessita ter noções básicas para idealizar, juntamente com este profissional, o melhor para o projeto.
De acordo com BRINKER; WOLF (1977), o trabalho prático da Topografia pode ser dividido em cinco etapas;
1) Tomada de decisão, onde se relacionam os métodos de levantamento, equipamentos, posições ou pontos a serem levantados, etc.
 2) Trabalho de campo ou aquisição de dados: fazer as medições e gravar os dados.
3) Cálculos ou processamento: elaboração dos cálculos baseados nas medidas obtidas para a determinação de coordenadas, volumes, etc.
4) Mapeamento ou representação: produzir o mapa ou carta a partir dos dados medidos e calculados.
5) Locação.
De acordo com a NBR 13133 (ABNT, 1991, p. 3), Norma Brasileira para execução de Levantamento Topográfico, o levantamento topográfico é definido por:
“Conjunto de métodos e processos que, através de medições de ângulos horizontais e verticais, de distâncias horizontais, verticais e inclinadas, com instrumental adequado à exatidão pretendida, primordialmente, implanta e materializa pontos de apoio no terreno, determinando suas coordenadas topográficas. A estes pontos se relacionam os pontos de detalhe visando a sua exata representação planimétrica numa escala pré-determinada e à sua representação altimétrica por intermédio de curvas de nível, com equidistância também pré-determinada e/ou pontos cotados.”

Classicamente a Topografia é dividida em Topometria e Topologia.
A Topologia tem por objetivo o estudo das formas exteriores do terreno e das leis que regem o seu modelado.
A Topometria estuda os processos clássicos de medição de distâncias, ângulos e desníveis, cujo objetivo é a determinação de posições relativas de pontos. Pode ser dividida em planimetria e altimetria.


sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Cargas impostas às edificações (algumas)



 Cargas mortas são cargas estáticas verticais descendentes em uma estrutura; compreende o peso próprio da estrutura e o peso dos elementos construtivos, acessórios e equipamentos permanentemente conectados a ela.
               Cargas acidentais compreendem qualquer carga móvel em uma estrutura  resultante de ocupação, neve e água acumulada ou equipamento móvel.
               Cargas de ocupação resultam do peso de pessoas, móveis, material armazenado e outros itens.
·        A pressão do solo resulta da força horizontal que uma massa do solo exerce em uma estrutura de contenção vertical.
·        A pressão da água resulta da força hidráulica que as águas do lençol freático exercem sobre o sistema de fundação.
·        As Cargas de recalque são impostas a uma estrutura pelo desmoronamento de uma porção do solo de sustentação e o recalque diferencial resultante de sua fundação.

O Recalque: é o afundamento gradual de uma estrutura à medida que o solo sob suas fundações se comprime devido ao carregamento. Em uma construção, normalmente deve-se esperar certo nível de recalque à medida que a carga sobre as fundações aumenta e causa redução do volume de vazios no solo que contém ar ou água, chamamos isto de consolidação.

O Recalque Diferencial é provocado pelo movimento relativo de diferentes partes de uma estrutura causada pela consolidação do solo da fundação.
Pode fazer com que uma edificação fique desnivelada e que surjam fissuras em suas fundações, superestruturas ou seus acabamentos.
       Em situações extremas, o recalque diferencial pode resultar na perda da integridade estrutural de uma edificação.

ü  Uma boa fundação deve distribuir suas cargas de modo que qualquer recalque que venha ocorrer seja mínimo ou uniformemente distribuído em todas as partes da edificação.
ü  A distribuição de cargas deve ser equivalente por unidade de área do solo ou rocha de apoio, daí a importância da geotecnica.

Fundações



As fundações são a parte mais baixa das construções;
Sua subestrutura é construída, em parte, ou totalmente abaixo do nível do solo; sua primordial função é sustentar e ancorar a superestrutura acima e transmitir as cargas da edificação de maneira segura à terra.
Todo o peso de uma edificação é transferido para o terreno em que a mesma está apoiada. Este peso produz esforços que deverão ser suportados pelo terreno sem a ocorrência de recalques ou rupturas do mesmo.
O elemento que recebe o peso da edificação e o transfere para o solo, chama-se fundação (alicerces).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
;